O Projeto

          Há quem diga que o voleibol foi praticado no Brasil pela primeira vez em 1915, enquanto outros relatos datam por volta de 1916-1917. Em meio às especulações, o marco inicial da história do vôlei brasileiro aconteceu por volta deste período. E desde então foi ganhando adeptos ao esporte. Por volta da década de 30, o voleibol já era praticado dentro do país com frequência, incluindo o vôlei de praia! O tempo passou e, com um número razoável e adeptos e praticantes deste esporte coletivo, surgiu em 16 de Agosto de 1954, data essa, segundo a própria Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), que a mesma foi fundada.

          Muito mais do que cumprir com seu dever, a CBV possui uma excelente gestão, na qual podemos dizer que resulta em profissionais bem preparados para todos os desafios. O esporte nasceu em 1895 nos Estados Unidos e, em apenas um ano após sua criação, já possuía praticantes espalhados por todo o mundo, trazendo como bagagem uma história prodigiosa e repleta de reviravoltas.

          O segundo esporte mais admirado pela sociedade brasileira é, claramente, um modelo de sucesso a ser seguido.                               Considerada uma das Confederações mais bem organizadas e administradas do mundo, a CBV fez com que o esporte, na década de 70 se tornasse popular e bem visto por todos, oferecendo consequentemente, o prazer em assistir e prestigiar os atletas e técnicos durante os jogos que, felizmente em sua maioria, nos traz bons resultados.

          Não obstante, a consolidação do esporte não nasceu da noite para o dia. Um projeto visionário foi idealizado e teve o início de sua execução durante a gestão de Carlos Arthur Nuzman, que caminhou lado a lado com a organização, inserindo a publicidade e o marketing no dia a dia.

          Segundo o site oficial da Confederação, mais tarde, com o comando de Ary Graça, um novo modelo de gestão foi criado e aperfeiçoado, garantindo maiores rendimentos e eficiência em todos os processos da modalidade.

          Qual outro país pode dizer que tem 792 pódios, sendo eles 360 medalhas de ouro, 220 medalhas de prata e 200 medalhas de bronze em apenas um esporte coletivo? Cada medalha tem uma história de superação, dedicação e apoio, espelho de uma gestão eficiente e comprometida com a evolução da modalidade, desde a base até o pódio.  

 

          Objetivo Geral

          O documentário “A Era do Peixinho” visa contar ao mundo a real história desse esporte que, hoje em dia, desperta tantas emoções em quem assiste.

 

          Objetivo Específico

           Muito mais do que contar a história do voleibol brasileiro dentro das quadras, o documentário tem como principal objetivo retratar a evolução do esporte, como isso foi feito e a sua influência atualmente na sociedade.

aeradopeixinho@gmail.com | Tel. +55 11 961910330

© 2017 A Era do Peixinho

  • Branco Ícone Google+
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon